O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012
Um dos problemas maiores na oração é falar-se em excesso.
 
Jesus, no Sermão da Montanha, diz-nos que, quando rezarmos, não digamos muitas palavras. A loquacidade não é convincente.
 
A oração é, antes de mais e acima de tudo, um mistério de presença.
 
É sentir Deus em nós. É sentirmo-nos a nós em Deus.
 
É bom que haja propostas. Mas era também importante que deixássemos as pessoas livres para orar do modo que entenderem mais conveniente.
 
Não insistamos muito nas palavras. Procuremos, sobretudo, criar um ambiente. De serenidade. De abertura. De vibração. De paz!
publicado por Theosfera às 11:02

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14

20
25



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro