O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 03 de Fevereiro de 2012
Estamos num tempo em que se fala muito e se pensa pouco.
 
Bom é falar quando a fala corresponde ao que se pensa. Mau é, porém, quando o falar veicula uma completa ausência de pensamento.
 
Sucede que, hoje em dia, muitas decisões decorrem não do que se pensa mas apenas do que se grita. Vivemos sob tumultos sem fim!
 
Hoje em dia, o principal sintoma da falta de autodomínio está no uso das palavras.
 
Fala-se não à cadência do pensamento, mas à velocidade dos impulsos.
 
Há quem não consiga estar calado. Só se fala menos em Fevereiro pela simples (e elementar) razão de que este é o mês com menos dias.
 
Sucede que a espiral de verborreia raramente contribui para aproximar.
 
As palavras que se soltam como tumultos costumam ferir e cavar distâncias.
 
Creio ter chegado o momento em que precisamos mais de sentir o coração do que ouvir o que sai dos lábios.
 
Quase nunca há coincidência!
publicado por Theosfera às 09:58

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

14

20
25



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro