O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sexta-feira, 04 de Setembro de 2015

Reméd.jpg

 

1. Neste dia 4 de Setembro, faz 111 anos que esta imagem de Nossa Senhora dos Remédios deu entrada no Santuário.

2. Foi uma oferta do industrial Maximiano da Costa Cardoso , natural de Lamego e a residir no Porto.

3. Foi nesta cidade, mais propriamente na Casa Estrela (situada na Rua do Bonjardim), que foi esculpida.

4. A sua entrada em Lamego, a 2 de Setembro de 1904, foi um acontecimento festivo, no limiar da apoteose. Repicaram os sinos e estouraram os foguetes quando entrou na Sé.

5. Dois dias depois, no dia 4 de Setembro, seguiu para o Santuário.

6. A partir desse ano, tem sido essa a imagem — que a imprensa da época logo qualificou como «formosíssima» — que visita a cidade nas procissões .

7. Percebe-se, por isso, a ligação efectiva — e compulsivamente afectiva — que prende as pessoas a essa imagem. Para muitos, é ela que representa Nossa Senhora dos Remédios.

8. Tudo, neste quadro, sabe a leite puro e a puro deleite. O deleite não flui menos que o leite. Dir-se-ia até que nesta imagem de Nossa Senhora dos Remédios sobressai, acima do leite, o deleite.

9. É, sem dúvida, delicioso poder admirar o deleite com que Maria entrega o leite a Jesus.

10. Esta é uma Mãe que ama enquanto amamenta. Esta é uma Mãe que amamenta e não só com o peito. Esta é uma Mãe que parece amamentar com a alma, com o coração, com o olhar.

11. O olhar profundamente intimista que a Mãe aleitante deposita no Filho aleitado é o que torna esta imagem única e irresistível como, porventura, nenhuma outra.

12. Mais do que Nossa Senhora do Leite, Nossa Senhora dos Remédios será, por isso e para sempre, Nossa Senhora do Deleite, Nossa Senhora inteiramente deleitada!

 

publicado por Theosfera às 00:45

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro