O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012
Não é só a ortografia que passa por uma cosmética. A própria semântica parece sofrer grande trambolhões.
Manuel António Pina alude, na sua crónica de hoje, à palavra «coragem».
Para muitos, coragem é fazer o contrário do que se disse, é aplicar austeridade e multiplicar sacrifícios. É ser «forte» com os «fracos», os pequenos, os humildes.
Os dicionários já ensinam pouco. Temos de reaprender tudo com o «progresso». Nem que se trate, como avisa Luis Racionero, de «um progresso decadente»!
publicado por Theosfera às 10:23

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
17
18
19

26
28



Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro