O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2011
Cresci a ouvir execrar os protestantes, os maçons, os ateus, os comunistas.
Hoje, noto que, acerca de pessoas que (livremente) se movem nestes quadrantes, nada tenho a apontar.
Sempre senti respeito. Sempre pressenti abertura. Sempre registei tolerância. E, em alguns casos, até chegou a haver diálogo e cooperação.
A diferença nunca bloqueou a proximidade. Jamais verifiquei o mínimo de pressão ou maledicência.
Às vezes, acabamos por nos sentir perto de quem se acha longe. E longe de quem se considera perto...
publicado por Theosfera às 06:17

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

12




Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
hora
Relogio com Javascript

blogs SAPO


Universidade de Aveiro