O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Terça-feira, 26 de Dezembro de 2017

 

  1. São muitos os peregrinos que, nesta altura, visitam o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios por causa do seu belo Presépio.

Executado no passado dia 5 de Dezembro, ele está à disposição de todos até 8 de Janeiro, em que termina o Tempo do Natal.

 

  1. Há, entretanto, mais cinco presépios que podem ser apreciados neste templo, com a particularidade de nunca serem desmontados.

Num deles quase todos reparam. Dos outros quatro quase ninguém se apercebe.

 

  1. Quando se entra no Santuário pela porta do fundo, surge-nos, do lado direito, o magnífico Presépio Barroco.

Atribuído à Escola de Machado de Castro, é considerado um exemplo raro — e valioso — do património nacional.

 

  1. Nossa Senhora aparece com uma coroa e São José com um resplendor.

Além do cenário habitual da manjedoura, deparamos com a representação da Fuga para o Egipto e da Matança dos Inocentes. Também se vêem músicos, dançarinos, taberneiros e outros.

 

  1. Entretanto, mais à frente, podemos contemplar outro presépio: um painel de azulejo que mostra Nossa Senhora num claustro ajardinado, com o Menino na manjedoura.

Maria expõe o Menino à luz natural após a estadia no estábulo onde ocorreu o parto (cf. Lc 2, 7). Alguns dos anjos que tinham festejado o nascimento de Jesus (cf. Lc 2, 10-14) vêm vê-Lo. Três deles estão dentro e um quarto irrompe da parte de fora do claustro.

 

  1. Mais acima, somos surpreendidos com um deslumbrante Presépio-Vitral que apresenta Nossa Senhora inclinada para o Menino na manjedoura.

A manjedoura está aconchegada com umas palhinhas, havendo uma pomba por perto. São José, com sereno enlevo, segura o seu bastão.

 

  1. Na Capela-Mor, encontramos mais dois presépios fixos, ambos em azulejo.

Um deles mostra a adoração dos Magos, com soldados à esquerda e outros adoradores à direita.

 

  1. O outro presépio da Capela-Mor coloca Nossa Senhora, São José e outras pessoas a adorar o Menino.

À esquerda, vemos o anúncio dos anjos aos pastores e, à direita, acompanhamos pessoas a vir de longe.

 

  1. Por tudo isto, pode dizer-se que o Santuário de Nossa Senhora dos Remédios é — todo ele — uma «Igreja-presépio», uma «Igreja-Natal».

A beleza deste lugar ajusta-se na perfeição à lindeza desta quadra.

 

  1. Este é um local onde tudo sabe a Natal. Ali, há Natal e não apenas no Natal.

O Santuário está sempre vestido de Natal. No Santuário, é Natal todos os dias, é Natal todo o ano. Para que possa ser Natal toda a vida!

 

publicado por Theosfera às 10:05

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
contador
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro