O acontecimento de Deus nos acontecimentos dos homens. A atmosfera é sempre alimentada por uma surpreendente Theosfera.

Sábado, 28 de Dezembro de 2013

Viver sem Deus é viver?

Se Deus é a vida, a resposta está dada.

Aliás, Julian Barnes notou: «Quando matamos ou exilamos Deus, matamo-nos a nós próprios».

É que, «se não existe Deus, não existe vida depois da vida, e então não existimos nós»!

publicado por Theosfera às 13:10

E se lhe disser que o bem, afinal, está a aumentar e a violência a diminuir?

Talvez se espante como eu me espantei.

Mas é um estudo que chega de Harvard. O seu autor é Steven Pinker.

Segundo ele, a sociedade está a tornar-se mais saudável e menos violenta.

O bem está a ganhar. O bem está a avançar de tal modo que os violentos se tornam mais visíveis.

Porque são menos, destoam mais!

publicado por Theosfera às 12:25

A aristocracia não deveria ser um exclusivo dos aristocratas.

Aliás, há pessoas simples que oferecem uma enrme aristocracia no porte.

Mas, de uma maneira geral, hoje há um défice de boas maneiras.

O excesso de informalidade pode chegar a roçar a boçalidade.

Não aprecio o excesso de etiqueta, que chega a ser sufocante. Mas o aprumo, a delicadeza e a urbanidade são ingredientes que têm sempre lugar numa boa convivência.

Como sinto a falta deles!

publicado por Theosfera às 12:19

A convicção é essencial. Mas há que ter lucidez para não confundir convicção com mera teimosia.

Paul Valéry já nos colocou de sobreaviso: «Convicção, palavra que permite pôr, com a consciência tranquila, o tom da força ao serviço da incerteza».

A verdade é sempre, e simultaneamente, forte e suave.

Quanto mais suave mais forte. A força da verdade dispensa bem a suposta verdade da força!

publicado por Theosfera às 12:09

Às vezes, a liberdade é o maior adversário da liberdade.

Quando se pensa apenas na liberdade do eu e se esquece a liberdade do outro, é o outro que fica em causa e é também a liberdade que fica em risco.

Muito se invoca a liberdade de expressão para insinuar, para magoar, para ofender. E, quase sempre nestes casos, para mentir.

O que se tem feito ultimamente nas catedrais é revelador. E desolador!

publicado por Theosfera às 12:06

A inocência, hoje em dia, não goza de boa reputação.

Até será apreciada e um pouco aplaudida. Mas acabará por ser olhada de viés, com um pouco de comiseração.

O inocente é considerado honesto, íntegro e autêntico, mas também ingénuo.

O inocente, para muitos, é um pouco cego. Não vê a maldade. Não pratica a maldade e, por isso, não prospera.

Parece haver um antagonismo entre inocência e êxito.

Continuo, porém, a crer no que sempre acreditei: antes a inocência sem êxito do que o êxito sem a inocência!

publicado por Theosfera às 11:58

Deus defende os inocentes e não condena os culpados.

Porquê? Porque é justo. E porque, sendo justo, não deixa de ser misericordioso.

A justiça só não congraça com a misericórdia quando, no lugar do coração, se tem uma pedra.

A misericórdia é o ápice da justiça!

publicado por Theosfera às 11:51

A inteligência é sinal de fortaleza, mas também de debilidade.

Ela revela muito, mas também encobre bastante.

Clarice Lispector anotou com especial agudeza: «Talvez esse tenha sido o meu maior esforço de vida: para compreender a minha não-inteligência, o meu sentimento, fui obrigada a me tornar inteligente. (Usa-se a inteligência para entender a não-inteligência. Só que depois o intelecto, por vício de jogo, continua a ser usado e não podemos colher as coisas de mãos limpas, directamente na fonte)»!

publicado por Theosfera às 07:36

Escrevemos para os outros, mas acabamos por falar para nós.

Fernando Pessoa percebeu: «Quando escrevo, visito-me solenemente»!

publicado por Theosfera às 07:33

Os erros não são para repetir, mas serão sempre para recordar.

Eles acabam por abrir muitas portas.

Já dizia James Joyce: «Os erros são os portais da descoberta»!

publicado por Theosfera às 07:31

Hoje, 28 de Dezembro, é dia dos Santos Inocentes, padroeiros dos meninos de coro e das crianças abandonadas.

Um santo e abençoado quarto dia de Natal para todos!

publicado por Theosfera às 07:05

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Últ. comentários
Sublimes palavras Dr. João Teixeira. Maravilhosa h...
E como iremos sentir a sua falta... Alguém tão bom...
Profundo e belo!
Simplesmente sublime!
Só o bem faz bem! Concordo.
Sem o que fomos não somos nem seremos.
Nunca nos renovaremos interiormente,sem aperfeiçoa...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
Sem corrigirmos o que esteve menos bem naquilo que...
online
Number of online users in last 3 minutes
vacation rentals
citação do dia
citações variáveis
visitantes
hora
Relogio com Javascript
contador
relógio
pela vida


petição

blogs SAPO


Universidade de Aveiro